terça-feira, 4 de novembro de 2008

bacalhau

.
Continuamos com as aulas de norueguês. Está a ser um processo lento, mas havemos de aprender (raios!). Ontem tivemos mais uma aula, ao final da tarde, e desta vez, o nosso professor, não veio de mãos vazias, trouxe o bacalhau que haviamos encomendado.
Pois é, o G. é de Bergen (não é bem de Bergen, mas é a cidade mais próxima da vila dele), há uns tempos atrás, ele foi fazer uma visitinha à familia, e disse-nos que iria encomendar bacalhau de lá. Ora os nossos olhos até-se arregalaram! BACALHAU!! Claro que sim! Venha ele!
Trouxe 2 belos espécimes, de 3Kg e tal cada um! E digo-vos que é igualzinho ao "nosso" que é deles! (trocadilho)

8 comentários:

Maria Inês disse...

Sabes do que me lembrei ao ler-te? Já viste o filme "Italiano para Principiantes"? beijo

Eduarda Magalhães disse...

Não vi, mas já ouvi dizer que é muito bom :)

Ísis Osíris disse...

Eu tenho esse filme... podes ver qd voltares! :)

[Cassandra] disse...

Ora que belo sítio para emigrar. Já a tinhas fisgada, não era?
Bom, se eu decidir aprender norueguês em Inglaterra, será que também consigo arranjar negócios desses? Hmm....

As minhas postinhas que o meu menino trouxe em Outubro estão religiosamente guardadas pois já que o Natal este ano é apenas a dois, pelo menos que se coma bacalhauzinho "noruetuguês". ;)

Eduarda Magalhães disse...

:)
Obrigado minha tulipa linda.

Pois é Cassandra, o bacalhau nem é nada caro. Também pensamos em trazer de Portugal (parece ridiculo, já que "ele" é daqui, mas é certo que pensamos em traze-lo) mas não vale a pena porque o processo de secagem, parece-me ser muito parecido e é bem salgadinho como o nosso! :)

[Cassandra] disse...

Drooling.... Snif snif.. também queroooo. O que arrisquei comprar num mercado de Birmingham era magríssimo, enfezado e depois tê-lo de molho foi um suplício - era um cheiro a podre que não se podia! Depois comer, comia-se mas não sei o que fizeram ao raio do bicho que não se aguentava de molho. É para esquecer.

balexandre disse...

ë pena ë que eles (cá tbm) não sabem bem o que é o "nosso" bacalhau salgado, aí se é como aqui, é tudo "au naturale" :-)

ahh, e aqui fiz uma pergunta a um colega de trabalho (no 2º mês de vivencia):

- E então comem muito peixe por aqui?
- Não, nem por isso, a minha namora detesta peixe.
- Ohh, mas tu comes! Nós comemos muito sardinha no inicio do verão...
- Ahh não, isso vem numas latinhas, não gosto muito!
- ?!???!

conclusão, nunca tinha comido sardinha "au naturale", assim como quer dizer, assada, em cima de pão de Mafra, e com uma saladinha bem temperada a acompanhar - Bolas! tou com água na boca já!

:-D

balexandre disse...

P.S. Adorei Bergen! :D